Close

ASSINATURAS DIGITAIS CONTINUAM A CRESCER

Segundo a APCT (Associação Portuguesa de Controlo de Tiragens), até ao final de agosto as assinaturas digitais da imprensa portuguesa cresceram 67,6 por cento. Nos jornais diários o Público lidera com 12.766 assinaturas, seguido do JN (3.184) e do DN (1.346). Entre os semanários o Expresso é o primeiro com 16.748 assinantes, a Visão tem 3.663 e a Sábado 1.387. São ainda números pouco expressivos, mas a tendência de crescimento é importante num momento em que as vendas em papel continuam em queda.

DN COM NOVO SITE

O Diário de Notícias tem um novos site. O diretor, André Macedo, explicou ao Meios & Publicidade que as alterações estão relacionadas com as mudanças no ecossistema mediático: “Muitos de nós ainda temos tinta nas veias, mas a verdade é que há cada vez mais gente com bits no sangue”. O diretor sublinha que o “online first” vai ser uma aposta nesta nova versão com um design que se enquadra na mais recente tendência na imprensa online mundial.

PRÉMIO PERIODISMO GABRIEL GARCÍA MÁRQUEZ 2015

Já são conhecidos os vencedores dos prémios de jornalismo Gabriel García Márquez 2015. Tendo participado no júri internacional do prémio inovação, é como enorme prazer que vejo um dos projectos a quem atribuí a nota máxima acabar por ser o vencedor: Chequeado é uma proposta inovadora que procura oferecer informação fiável que favoreça o debate público.
As propostas de qualidade não se resumem ao vencedor. Deixo aqui outros dois exemplos de projetos muito interessantes no setor do online. A reportagem “Periferia Travada” e o trabalho “Cuentos de Viejos

NOVO LIVRO SOBRE WEBJORNALISMO

Acaba de ser lançada mais uma obra sobre webjornalismo. O livro tem sete capítulos escritos por sete autores de sete diferentes países, cada um dos quais aborda uma das sete caraterísticas do jornalismo na Web: Hipertextualidade (João Canavilhas), Multimedialidade (Ramón Salaverría), Interatividade (Alejandro Rost), Memória (Marcos Palacios)
instantaneidade (Paul Bradshaw), Personalização (Mirko Lorenz) e Ubiquidade (John V. Pavlik).
Download gratuito na editora Livros Labcom, da Universidade da Beira Interior.

livro

WEBREPORTAGEM NO NYT

A webreportagem multimédia não é novidade. A GEO, só para citar um exemplo, tem um vasto trabalho nesta área. Mas o formato ganhou um novo impulso em 2013, tudo graças ao New York Times (NYT). Os trabalhos publicados estão reunidos neste link e mostram algumas das possibilidades da Web.
Por vezes não interessa o que se faz, mas sim quem o faz. Os trabalhos do NYT têm uma qualidade assinalável, mas o mais importante é o facto deste jornal dedicar atenção ao formato, pois certamente outros lhe seguirão o exemplo.

O FIM DOS JORNAIS

A Future Exploration prevê para 2017 o final da relevância da imprensa em papel nos Estados Unidos. As previsões foram realizadas para todo o mundo e Portugal aparece no grupo dos países onde os jornais em papel deixarão de ter importância em 2028.

fimdosjornais

O documento também aponta as causas para este desaparecimento, dividido-as em globais e nacionais. Entre as globais destaco a emergência dos dispositivos móveis e as dificuldades na identificação de modelos económicos. Mas o gráfico merece uma leitura atenta, por isso aqui fica o link.

error: Content is protected !!